Manoel Ferreira de Araújo Guimarães (1777-1838): Elementos necessários para uma revisão da História da Matemática no Brasil

Autores

  • Paulo Henrique Trentin Centro Universitário da FEI

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2017.112661

Palavras-chave:

História da Ciência, História da Educação Matemática, História da Matemática Brasileira, Manoel Ferreira de Araújo Guimarães

Resumo

Este artigo refere-se ao primeiro trabalho produzido a partir do aprofundamento que realizaremos ao longo dos dois anos de pesquisa em nível de pós-doutoramento, na Universidade de São Paulo. Assim, caracterizamos aspectos sobre Manoel Ferreira de Araújo Guimarães, do seu nascimento em 1777 à sua chegada a universidade em Portugal. Primeiramente, trazemos apontamentos referentes a sua formação e o papel de seu pai em sua carreira. Observamos os apontamentos em publicações brasileiras do período relativas a História da Educação e a História da Matemática Brasileira, servindo como referências para que afirmemos que deva haver uma revisão historiográfica nestes campos de pesquisa. A base para esta afirmação situa-se nas análises dos escritos que mencionam Manoel Ferreira de Araújo Guimarães. Concluímos esse texto com pontos que desenvolveremos em outros dois escritos que realizaremos. Nos próximos textos, identificaremos a teia de relações sociais, políticas que envolveram nossa personagem, tendo por objetivo realizar uma releitura do período brasileiro entre 1777 e 1838, em que ela viveu e constituiu uma série de identidades, tais como; professor, tradutor, editor-chefe e político.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Henrique Trentin, Centro Universitário da FEI

Doutor em História da Ciência.

Professor e Pesquisador do Centro Universitário da FEI

Pos-doutorando junto ao EACH/USP

Downloads

Publicado

2017-02-03

Como Citar

Trentin, P. H. (2017). Manoel Ferreira de Araújo Guimarães (1777-1838): Elementos necessários para uma revisão da História da Matemática no Brasil. Intelligere, 3(1), 78-98. https://doi.org/10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2017.112661