Considerações sobre a produção historiográfica no primeiro quartel do século XX a partir do I Congresso Internacional de História da América (1922)

  • José Lúcio Nascimento Júnior Centro Universitário Augusto Motta (UNISUAM)
Palavras-chave: Circulação de intelectuais, Historiografia, IHGB

Resumo

O presente artigo visa apresentar resultados finais de pesquisa de mestrado que versou sobre a circulação de intelectuais e a produção historiográfica na América Latina no primeiro quartel do século XX. Tomando como objeto de estudo o I Congresso Internacional de História da América realizado entre os dias 08 a 15 de setembro de 1922 como parte das comemorações do Centenário de Independência do Brasil, objetiva-se demonstrar como a produção historiográfica no Brasil estava se configurando e como ela não estava alheia a realizada em outros países, assim como a circulação de intelectuais fazia parte da política de diplomática de diferentes países. Ao final, conclui-se que como a estratégia de realizar Congressos Internacionais de História fazia parte da política de diplomacia cultural estabelecida pelo Itamaraty e que no Brasil já era possível observar contornos da disciplinarização da História no período estudado.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2019-09-11
Como Citar
Nascimento Júnior, J. (2019). Considerações sobre a produção historiográfica no primeiro quartel do século XX a partir do I Congresso Internacional de História da América (1922). Intelligere, (7), 12. https://doi.org/10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2019.150906
Edição
Seção
Artigos