Grandezas e misérias de um positivista lógico

Autores

  • Gildo Magalhães Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2021.195133

Palavras-chave:

Karl Popper, historicismo, física quântica

Resumo

Este artigo explora duas facetas contraditórias do famoso filósofo da ciência Karl Popper. Enquanto que politicamente sua posição foi bastante conservadora e crítica da esquerda marxista, Popper foi contra as posições oficiais e francamente favorável a uma revisão da interpretação ortodoxa da física quântica, assunto de uma controvérsia ainda acalorada.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gildo Magalhães, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

Professor Titular, Departamento de História da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. Coordenador do Grupo Khronos no Instituto de Estudos Avançados e Diretor do Centro de História da Ciência, ambos da Universidade de São Paulo.

Referências

BAUMANN, Kurt e SEXL, Roman. Die Deutungen der Quantentheorie. Braunschweig: Vieweg, 1987.

BOHM, David. Causality and chance in modern physics. London: Routledge & Kegan Paul, 1984.

BOSTICK, Winston H. “The morphology of the electron”. International Journal of Fusion Energy, vol. 3, nº 1, 1985.

CHALMERS, Alan. A fabricação da ciência. Traduzido por Beatriz Sidou. São Paulo: Ed. UNESP, 1994).

CROCA, José R. Towards a nonlinear quantum physics. Singapore: World Scientific, 2003

CROCA, José R. e ARAÚJO, J.E.F. (eds.). A new vision on physis. Eurhythmy, emergence and nonlinearity. Lisboa: CFC/Universidade de Lisboa: 2010.

CROCA, José R., GARUCCIO, A., SELLERI, Franco. “On a possible way to detect de Broglie’s waves”, Foundations of Physics Letters, vol. 1, nº 2, 1988.

FEYERABEND, Paul. Contra o método: esboço de uma teoria anárquica do conhecimento. Traduzido por Octanny da Mota e Leônidas Hegenberg. Rio de Janeiro: Francisco Alves, 1989.

FRANKLIN, Allan. The neglect of experiment. Cambridge: Cambridge University Press, 1989.

HÜBNER, Kurt. Crítica da razão científica. Traduzido por Artur Mourão. Lisboa: Edições 70, 1993.

KOESTLER, Arthur. The sleepwalkers. A History of Man’s changing vision of the Universe. London: Penguin, 1989, p. 431-470.

MAGALHÃES, Gildo. A trama do universo. São Paulo: LiberArs, 2019.

POPPER, Karl R. A miséria do historicismo. Traduzido por Octanny da Mota e Leônidas Hegenberg, 3ª ed. São Paulo: Cultrix, 1993.

POPPER, Karl R. A teoria dos quanta e o cisma na física. Pós-escrito à Lógica da descoberta científica, vol. III. Traduzido por Nuno da Fonseca, 2ª ed. Lisboa: Dom Quixote, 1992.

SELLERI, Franco. Paradoxos e realidade. Ensaio sobre os fundamentos da microfísica. Lisboa: Fragmentos, 1990

Downloads

Publicado

2021-12-15

Como Citar

Magalhães, G. (2021). Grandezas e misérias de um positivista lógico. Intelligere, (12), 91-102. https://doi.org/10.11606/issn.2447-9020.intelligere.2021.195133

Edição

Seção

Artigos