[1]
A. E. A. Viviani, “Clinâmen, eidôlon e o infinitesimal: ciência nômade em contraposição à ciência de dados”, Intelligere, nº 7, p. 16, set. 2019.