Plano diretor integrado de Botucatu: A favor ou contra o desenvolvimento sustentável?

Autores

  • Carolina Gomes de Souza

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-2275.v0i3p156-174

Palavras-chave:

Desenvolvimento urbano sustentável, cidades sustentáveis, Mudanças Climáticas, Plano Diretor Integrado de Botucatu, APA Botucatu

Resumo

Em uma época em que muito se discute a questão do desenvolvimento sustentável e a construção das cidades sustentáveis, como forma de adaptação e/ou mitigação dos efeitos das “Mudanças Climáticas”, de que forma o existente método de desenvolvimento urbano colabora ou dificulta para que tais diretrizes sejam incorporadas? Visto a grande importância da cidade de Botucatu, desde sua localização, até a concentração de recursos naturais, APA (Área de Preservação Ambiental) de Botucatu, recarga do Aqüífero Guarani, entre outros, a cidade necessita que suas diretrizes de desenvolvimento caminhem na direção do sustentável e, portanto, que estejam incorporadas em suas leis e planos. Esta pesquisa visa analisar os principais conceitos de desenvolvimento sustentável e cidades sustentáveis e identificá-los ou não, nas premissas de desenvolvimento urbano, do Plano Diretor Integrado de Botucatu.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carolina Gomes de Souza

Arquiteta e Urbanista formada pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Mackenzie. Trabalha atualmente na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano da Prefeitura Municipal de São Paulo. Desenvolveu pesquisas relacionadas ao desenvolvimento sustentável e Paisagem das cidades sustentáveis. Possui Pós-graduação na Holanda em “Urban Management Tools for Climate Change” na Erasmus University. Aluna especial na disciplina AUP - Projeto Sustentável, do programa de Pós-graduação da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo.

Downloads

Publicado

2011-12-20

Como Citar

Souza, C. G. de. (2011). Plano diretor integrado de Botucatu: A favor ou contra o desenvolvimento sustentável?. Revista LABVERDE, (3), 156-174. https://doi.org/10.11606/issn.2179-2275.v0i3p156-174