Identificação e avaliação das unidades paisagísticas no subdistrito Butantã

Autores

  • Ana Cristina Gaspar

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-2275.v0i4p130-148

Palavras-chave:

avaliação da paisagem, crescimento urbano, paisagem, potencial de protecção da paisagem local, potencial de urbanização, Subdistrito Butantã, unidades paisagísticas

Resumo

O presente artigo faz uma avaliação das unidades paisagísticas no Subdistrito Butantã com o objectivo de oferecer melhores bases de planeamento para futuros projectos e planos. Da realização deste trabalho salienta-se a importância da utilização de SIG que facilitam a interpretação dos dados e diminuem o tempo despendido na sua avaliação. Da conclusão da identificação e avaliação das unidades paisagísticas evidencia-se a importância que a Cidade Universitária tem no subdistrito e o maior potencial de protecção da paisagem local que esta unidade apresenta. Quanto ao potencial de urbanização, é a unidade “Residencial vertical – fundo de vale” que adquire um valor mais elevado. Assim, estas unidades devem admitir uma correcta gestão, beneficiando a qualidade de vida da população residente e contribuindo para a diminuição dos problemas de uma rápida expansão urbana e sem planeamento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ana Cristina Gaspar

Licenciatura em Ciências da Engenharia do Ambiente pela FCT-UNL. Mestranda em Engenharia do Ambiente pela FCT-UNL

Downloads

Publicado

2012-06-20

Como Citar

Gaspar, A. C. (2012). Identificação e avaliação das unidades paisagísticas no subdistrito Butantã. Revista LABVERDE, (4), 130-148. https://doi.org/10.11606/issn.2179-2275.v0i4p130-148