Adensamento da habitação coletiva e mobilidade sustentável. O caso da Barra Funda

Autores

  • Bibiana Carreño Zambra

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-2275.v0i5p76-92

Palavras-chave:

habitação coletiva, habitação mista, parque linear Brás-Lapa, mobilidade urbana sustentável, cidade compacta, Barra Funda, adensamento

Resumo

Tendo como hipótese a criação do parque linear Brás-Lapa, este artigo científico trata do adensamento da habitação coletiva na área da Barra Funda, próximo às linhas de transporte, buscando a mobilidade e acessibilidade sustentável. Serão analisadas se estão dadas as condições para suportar esse adensamento, e quais poderiam ser as consequências, nesse território, se isso acontecer; quais são as formas de ocupação que estão gerando as Operações Urbanas Consorciadas na cidade de São Paulo, e se efetivamente é o que se entende por cidade compacta o que tenta promover tal operação, tendo como contraposição dois projetos que têm dado bons resultados na reestruturação de áreas pós-industriais em Paris.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Bibiana Carreño Zambra

Arquiteta pela Faculdade de Arquitetura da Universidad de la República, Uruguay. Mestranda em Projeto de Arquitetura pela FAUUSP

Downloads

Publicado

2012-12-20

Como Citar

Zambra, B. C. (2012). Adensamento da habitação coletiva e mobilidade sustentável. O caso da Barra Funda. Revista LABVERDE, (5), 76-92. https://doi.org/10.11606/issn.2179-2275.v0i5p76-92