A BIODIVERSIDADE E O TURISMO REGIONAL. FATORES DE RESILIÊNCIA URBANA NAS CIDADES DE CABREUVA, ITU E SALTO.

Autores

  • Deize Sbarai Sanches Ximenes Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2179-2275.v0i7p38-58

Palavras-chave:

Biodiversidade, Resiliência urbana, Turismo regional, Projeto sustentável

Resumo

Os assentamentos urbanos alteram e agridem o ecossistema natural fazendo com que seja necessário criar diretrizes de planejamento socioambiental e econômico para a elaboração de projetos sustentáveis. A biodiversidade e o turismo regional são abordados como fatores essenciais para o fortalecimento da resiliência urbana nas cidades de Itu, Salto e Cabreúva; região com grande potencial turístico por pertencer ao Roteiro dos Bandeirantes, e um rico patrimônio natural e paisagístico, oferecendo condições de desenvolver propostas de planejamento urbano sustentável para colaborar
com possíveis intervenções dos órgãos públicos estaduais e municipais na formulação e revisão de planos diretores e contribuir com a valorização das potencialidades dos municípios regionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Deize Sbarai Sanches Ximenes, Universidade Federal de Santa Catarina

Mestre em Arquitetura e Urbanismo - PósArq da UFSC - Brasil

Downloads

Publicado

2013-12-02

Como Citar

Ximenes, D. S. S. (2013). A BIODIVERSIDADE E O TURISMO REGIONAL. FATORES DE RESILIÊNCIA URBANA NAS CIDADES DE CABREUVA, ITU E SALTO. Revista LABVERDE, (7), 38-58. https://doi.org/10.11606/issn.2179-2275.v0i7p38-58