Madeiras históricas em embarcações tradicionais do baixo rio São Francisco

  • João Carlos Ferreira de Melo Júnior Universidade da Região de Joinville Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro
  • Cláudia Franca de Barros Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro
Palavras-chave: Patrimônio cultural, Patrimônio naval, Anatomia da madeira, Recursos florestais, Velho Chico.

Resumo

Embarcações tradicionais estão diretamente ligadas à história do rio São Francisco e de suas comunidades ribeirinhas, sendo este um dos maiores rios navegáveis que permitiram a colonização da região Nordeste do Brasil. Este estudo objetivou conhecer as madeiras utilizadas na construção de embarcações do baixo rio São Francisco, gerando subsídios para melhor compreender as relações de uso de recursos florestais destinados à carpintaria naval tradicional. Foram estudadas quatro embarcações pertencentes ao acervo do Museu Nacional do Mar, São Francisco do Sul, Santa Catarina. A coleta das madeiras históricas foi realizada com auxílio de trado de incremento para posterior produção de lâminas histológicas e descrição anatômica. A identificação das madeiras foi realizada por comparação com coleção de referência. Foram identificadas onze espécies de madeiras usadas de forma mista na construção dos componentes das embarcações. São elas: Apuleia leiocarpa (Fabaceae), Astronium graveolens (Anacardiaceae), Brosimum gaudichaudii (Moraceae), Dalbergia nigra (Fabaceae), Hymenaea courbaril (Fabaceae), Manilkara dardanoi (Sapotaceae), Myracrodruon urundeuva (Anacardiaceae), Paubrasilia echinata (Fabaceae), Sextonia rubra (Lauraceae), Tabebuia aurea (Bignoniaceae) e Terminalia glabrencens (Combretaceae). O conhecimento sobre as madeiras e seu emprego tecnológico imprimem à construção de embarcações tradicionais um rico significado cultural que integra pessoas e árvores na paisagem do rio São Francisco.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Carlos Ferreira de Melo Júnior, Universidade da Região de Joinville Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro

Pós-doutorado em Botânica pela Escola Nacional de Botânica
Tropical do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro. Coordenador do Laboratório de Anatomia e Ecologia
da Universidade da Região de Joinville.

Cláudia Franca de Barros, Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro
Doutorado em Ciências Biológicas (Biofísica) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Pesquisadora do Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro.
Publicado
2018-04-13
Como Citar
Melo Júnior, J. C., & Barros, C. (2018). Madeiras históricas em embarcações tradicionais do baixo rio São Francisco. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (28). https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2017.125770
Seção
Artigos