Herculano Interativa – Ciberarqueologia e Educação no desenvolvimento do jogo O Último Banquete em Herculano

Autores

  • Maria Isabel D ’Agostino Fleming Universidade de São Paulo. Museu de Arqueologia e Etnologia. Laboratório de Roma Provincial https://orcid.org/0000-0002-7542-3513
  • Alex da Silva Martire Universidade de São Paulo. Museu de Arqueologia e Etnologia. Laboratório de Roma Provincial https://orcid.org/0000-0003-1744-3900
  • Alessandro Mortaio Gregori Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2020.161611

Palavras-chave:

Ciberarqueologia, Roma Antiga, Videogames, Educação, Ensino Básico

Resumo

O artigo tem por objetivo apresentar o processo de desenvolvimento do primeiro jogo eletrônico produzido pelo Laboratório de Arqueologia Romana Provincial (LARP-MAE-USP) denominado “O Último Banquete em Herculano”. Em um primeiro momento, serão discutidos os aspectos técnicos da produção, elencando os processos de coleta de material, escrita de roteiro, modelagem 3D e programação. Após, será pormenorizado o aspecto do jogo aplicado à Educação, calcado na elaboração de um Guia Didático para Professores com roteiros de aulas e usos do jogo em salas de aula.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Isabel D ’Agostino Fleming, Universidade de São Paulo. Museu de Arqueologia e Etnologia. Laboratório de Roma Provincial

Graduação em História pela Universidade de São Paulo (1973), mestrado (1978) e doutorado (1987) em Ciência Social (Antropologia Social) pela Universidade de São Paulo. Membro estrangeiro da École Française de Rome 1983-1985. Atualmente é Professor Assistente Doutor Sênior do Museu de Arqueologia e Etnologia. Coordenadora do Laboratório de Arqueologia Romana Provincial-LARP do MAE-USP (apoio FAPESP).

Alex da Silva Martire, Universidade de São Paulo. Museu de Arqueologia e Etnologia. Laboratório de Roma Provincial

Bacharel em História (FFLCH-USP), Mestre e Doutor em Arqueologia (MAE-USP), possui artigos publicados sobre o diálogo entre Realidade Virtual e Arqueologia em importantes eventos acadêmicos nacionais e internacionais, como o CAA (2016), a SVR (2014/2015) e a AIAC (2013).

Referências

Brougère, G. 2002. Jogo e Educação. Artes Médicas, Porto Alegre.

Costa, M.A.F. 2017. Ensino de história e games: dimensões práticas em sala de aula. Appris, Curitiba.

Fleming, M.I.D’A.; Gregori, A.M. 2017. Ciberarqueologia e Aprendizagem: Os Aplicativos Digitais do LARP no Diálogo Entre Universidade e Ensino Básico. Revista de Cultura e Extensão USP 17: 69-81.

Downloads

Publicado

2020-12-21

Como Citar

Fleming, M. I. D. ’Agostino, Martire, A. da S., & Gregori, A. M. (2020). Herculano Interativa – Ciberarqueologia e Educação no desenvolvimento do jogo O Último Banquete em Herculano. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (35), 36-43. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2020.161611

Dados de financiamento