Fortes herodianos: reflexos de práticas políticas na paisagem

Autores

  • Gabriela Rodrigues Museu de Arqueologia e Etnologia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2019.163725

Palavras-chave:

Fortes Hasmoneus, Paisagem política, Monumentalidade, Obliteração, Fortes herodianos

Resumo

O presente artigo busca discutir temas referentes aos usos políticos da paisagem arquitetônica, por meio da análise das possíveis intencionalidades por trás dos fortes Herodianos. Como tais fortes haviam pertencido anteriormente aos Hasmoneus e foram, em sua maioria, reconstruídos por Herodes Magno, intentamos investigar se houve obliteração intencional do poderio Hasmoneu por Herodes através do uso da monumentalide, ou se alguma outra motivação levou ao reuso e modificação desses locais. Para tanto, dialogaremos com fontes documentais primárias e fontes arqueológicas.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Referências

DAVID, Bruno; THOMAS, Julian. Landscape Archaeology: Introduction. In: DAVID, Bruno; THOMAS, Julian (eds.). Handbook of Landscape Archaeology. Routledge, 2016. p.27-44.
DYKE, Ruth M. Van. Memory, Place, and the Memorialization of Landscape. In: DAVID, Bruno; THOMAS, Julian (eds.). Handbook of Landscape Archaeology. Routledge, 2016. p. 277-285.
FRIEDMAN, Hannah. Forced Labour, Mines, and Space: exploring the control of mining communities. TRAC: Proceedings of the Eighteenth Annual Theoretical Roman Archaeology Conference, Amsterdam 2008. Oxford.
HIRATA, E.F.V. A Paisagem Construída no Mediterrâneo Antigo: entre a Arqueologia e a História. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, São Paulo, Suplemento 11: 25-30, 2011.
JOSEPHUS, Flavius. Jewish Antiquities. Harvard University Press, 1957.
JOSEPHUS, Flavius. The Jewish War. Harvard University Press, 1956.
KORMIKIARI, M. C. N. Aqueologia da Paisagem. Labeca – MAE/USP: São Paulo, 2014.
MAGNESS, Jodi. The archaeology of the Holy Land: from the destruction of Solomon’s Temple to the Muslim conquest. Cambridge University Press: New York, 2012.
MILLAR, Fergus. The Roman Near East: 31 BC – AD 337. Harvard University Press, 1993.
NIETZSCHE, F. W. Crepúsculo dos Ídolos. Tradução de Paulo César de Souza. São Paulo: Cia das Letras, 2006.
PORTO, Vagner. Imagens monetárias na Judéia/Palestina sob dominação romana. MAE/USP: São Paulo, 2007.
PORTO, Vagner Carvalheiro. A cidade como discurso ideológico: monumentalidade nas moedas do Império Romano. R. Museu Arq. Etn. São Paulo, n. 18, 2014.
PORTO, Vagner. Jogos, espetáculos e competições na Palestina romana. R. Museu Arq. Etn., 29:119-136, 2017.
RICHARDSON, Peter; FISHER, Amy Marie. Herod: King of the Jews and friend of the Romans. Routledge: New York, 2018.
RICHARDSON, Peter. Building Jewish in the Roman East. Baylor University Press: Texas, 2004.
ROLLER, W. Duane. The Building Program of Herod the Great. Berkeley, Calif: University of California Press, 1998.
STRANG, Veronica. Uncommon Ground: Landscapes as Social Geography. In: DAVID, Bruno; THOMAS, Julian (eds.). Handbook of Landscape Archaeology. Routledge, 2016. p. 51-60.

Downloads

Publicado

2019-12-12

Como Citar

RODRIGUES, Gabriela. Fortes herodianos: reflexos de práticas políticas na paisagem. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, São Paulo, Brasil, n. 33, p. 139–150, 2019. DOI: 10.11606/issn.2448-1750.revmae.2019.163725. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revmae/article/view/163725.. Acesso em: 17 jul. 2024.