O conceito de longue durée e a percepção de mudança cultural em sociedades igualitárias: o caso da sociedade sambaquiana

Autores

  • Márcia Segal Barbosa Guimarães Universidade de São Paulo. Museu de Arqueologia e Etnologia
  • Maria Dulce Gaspar Universidade Federal do Rio de Janeiro. Museu Nacional. Departamento de Antropologia
  • Jeanne Cordeiro Universidade Federal do Rio de Janeiro. Museu Nacional. Departamento de Antropologia
  • Marcelle Mandarino Universidade Federal do Rio de Janeiro. Museu Nacional. Departamento de Antropologia
  • Ivson Graf Universidade Federal do Rio de Janeiro. Museu Nacional. Departamento de Antropologia
  • Alice Taboas Universidade Federal do Rio de Janeiro. Museu Nacional. Departamento de Antropologia
  • Márcia Farias Universidade Federal do Rio de Janeiro. Museu Nacional. Departamento de Antropologia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2006.89750

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Segal Barbosa Guimarães, Universidade de São Paulo. Museu de Arqueologia e Etnologia

Doutoranda, Museu de Arqueologia e Etnologia/USP.
Bolsista CAPES

Downloads

Publicado

2006-12-14

Como Citar

Guimarães, M. S. B., Gaspar, M. D., Cordeiro, J., Mandarino, M., Graf, I., Taboas, A., & Farias, M. (2006). O conceito de longue durée e a percepção de mudança cultural em sociedades igualitárias: o caso da sociedade sambaquiana. Revista Do Museu De Arqueologia E Etnologia, (15-16), 445-448. https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2006.89750

Edição

Seção

Notas