Nem melhor nem pior. Apenas uma escavação diferente

Autores

  • José Roberto Pellini

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2448-1750.revmae.2011.89958

Palavras-chave:

Teoria Arqueológica, Prática de campo, Pós-Processualismo

Resumo

As recentes críticas à metodologia de escavação têm enfatizado sua natureza hierárquica e a persistência de métodos objetivos de coleta de dados. Embora as atuais técnicas de escavação produzam inestimável informação sobre o material e sobre o sítio, elas pouco dizem muito sobre o passado propriamente dito. Neste sentido precisamos de um trabalho de campo mais reflexivo, criativo e intimista e não apenas um registro passivo de evidências. É neste cenário que foi realizada a escavação do sítio Cambaiuvas por uma equipe de alunos e professores do IGPA/PUC-GO sob a coordenação do Dr. José Roberto Pellini.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • José Roberto Pellini
    CULT Arqueologia. Coordenador Científico VI TAAS

Downloads

Publicado

2011-12-09

Edição

Seção

Artigos

Como Citar

PELLINI, José Roberto. Nem melhor nem pior. Apenas uma escavação diferente. Revista do Museu de Arqueologia e Etnologia, São Paulo, Brasil, n. 21, p. 3–15, 2011. DOI: 10.11606/issn.2448-1750.revmae.2011.89958. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revmae/article/view/89958.. Acesso em: 19 abr. 2024.