[1]
J. R. Pellini, “Mudando o coração, a mente e as calças. A arqueologia sensorial”, Rev. Mus. Arqueol. Etnol., nº 20, p. 3-16, dez. 2010.