[1]
G. da S. Francisco, “Tradição clássica no Brasil contemporâneo. Abordagens a partir da epigrafia grega”, Rev. Mus. Arqueol. Etnol. Supl., nº supl.8, p. 133-141, set. 2009.