[1]
P. F. Argôlo, “Crianças de Atenas: o potencial de investigação dos contextos funerários clássicos”, Rev. Mus. Arqueol. Etnol. Supl., nº supl.11, p. 95-100, set. 2011.