Análise da escassez hídrica brasileira em 2014

Autores

  • Augusto José Pereira Filho Universidade de São Paulo. Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i104p125-132

Palavras-chave:

seca brasileira de 2014, variabilidade climática, El Niño, sistema de alta pressão do Atlântico Sul.

Resumo

A recente diminuição das chuvas e seus reflexos nos recursos hídricos brasileiros afetaram todas as atividades produtivas, do abastecimento urbano à geração de energia elétrica. Este artigo compreende uma análise dos possíveis e plausíveis mecanismos dinâmicos e termodinâmicos associados à variabilidade e às mudanças climáticas e seus impactos no ciclo hidrológico global, em particular do ramo diretamente conectado com as chuvas sobre a América do Sul. As análises sugerem como principal fator o recente resfriamento do Polo Antártico, combinado à dinâmica climática do aquecimento e resfriamento dos oceanos Pacífico e Atlântico Sul e às alterações que esses ciclos de 4 a 11 anos causam nas circulações atmosféricas e oceânicas de grande escala.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Augusto José Pereira Filho, Universidade de São Paulo. Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas.

professor associado do Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas (IAG) da USP.

Downloads

Publicado

2015-03-05

Como Citar

Pereira Filho, A. J. (2015). Análise da escassez hídrica brasileira em 2014. Revista USP, (104), 125-132. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i104p125-132

Edição

Seção

Dossiê Energia Elétrica