Violência urbana e saúde

Autores

  • Maria Fernanda Tourinho Peres Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Departamento de Medicina Preventiva
  • Caren Ruotti Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Sociologia

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i107p65-78

Palavras-chave:

violência urbana, município de São Paulo, prevenção da violência, saúde pública

Resumo

O artigo problematiza a conformação da “violência urbana” no país e sua centralidade nas percepções e vivências cotidianas da população, elegendo como caso específico o município de São Paulo. Considera-se a categoria da “violência urbana” em suas diferentes perspectivas, ou seja, como representação e problema social, bem como objeto de interesse de diferentes campos de saber e de intervenção, com destaque para o campo da saúde pública

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria Fernanda Tourinho Peres, Universidade de São Paulo. Faculdade de Medicina. Departamento de Medicina Preventiva

é professora do Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da USP e pesquisadora do Núcleo de Estudos da Violência (NEV) da USP

Caren Ruotti, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. Departamento de Sociologia

é doutoranda pelo Departamento de Sociologia da FFLCH-USP e pesquisadora do NEV/USP

Downloads

Publicado

2015-12-17

Como Citar

Peres, M. F. T., & Ruotti, C. (2015). Violência urbana e saúde. Revista USP, (107), 65-78. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i107p65-78

Edição

Seção

Dossiê "Saúde Urbana"