Primeiros ventos olímpicos em terras tupiniquins

Autores

  • Victor Andrade de Melo Universidade Federal do Rio de Janeiro
  • Fabio de Faria Peres Universidade Federal de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i108p39-48

Palavras-chave:

Jogos Olímpicos, nação, história do esporte.

Resumo

Este ar tigo objetiva discutir as primeiras vinculações estabelecidas com os Jogos Olímpicos no Brasil. Inicialmente, analisamos os diversos usos do termo no Rio de Janeiro do século XIX. Posteriormente, debatemos as mudanças ocasionadas em função da maior participação de atletas brasileiros em contendas internacionais, inclusive em virtude da conquista das pioneiras medalhas olímpicas. Por fim, nos debruçamos sobre a promoção de uma importante competição no país (1922), procurando extrair breves reflexões sobre a organização desses eventos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Victor Andrade de Melo, Universidade Federal do Rio de Janeiro

VICTOR ANDRADE DE MELO é professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro e coordenador do Sport: Laboratório de História do Esporte e do Lazer.

Fabio de Faria Peres, Universidade Federal de Minas Gerais

FABIO DE FARIA PERES é bolsista de pósdoutorado na Universidade Federal de Minas Gerais e pesquisador do Sport: Laboratório de História do Esporte e do Lazer.

Downloads

Publicado

2016-03-28

Como Citar

Melo, V. A. de, & Peres, F. de F. (2016). Primeiros ventos olímpicos em terras tupiniquins. Revista USP, (108), 39-48. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i108p39-48

Edição

Seção

Dossiê Jogos Olímpicos