O doping e os Jogos Olímpicos: diferentes dimensões do fenômeno

Autores

  • Marco Bettine de Almeida Universidade de São Paulo. Escola de Artes, Ciências e Humanidades
  • Diego Monteiro Gutierrez Universidade de São Paulo. Escola de Artes, Ciências e Humanidades
  • Gustavo Luis Gutierrez Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Educação Física

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i108p77-86

Palavras-chave:

Jogos Olímpicos, doping, esporte, saúde.

Resumo

Este artigo apresenta uma rápida história do doping nos Jogos Olímpicos, a sua evolução nas provas e o desenvolvimento das formas de controle. Ilustra alguns dados quantitativos sobre substâncias mais comuns e casos denunciados para, no fim, desenvolver uma reflexão sobre as consequências da repercussão do doping na sociedade de uma forma geral.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marco Bettine de Almeida, Universidade de São Paulo. Escola de Artes, Ciências e Humanidades

MARCO BETTINE DE ALMEIDA é professor associado da Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH) da USP.

Diego Monteiro Gutierrez, Universidade de São Paulo. Escola de Artes, Ciências e Humanidades

DIEGO MONTEIRO GUTIERREZ é mestrando em Mudança Social e Participação Política na EACH-USP, bolsista Fapesp.

Gustavo Luis Gutierrez, Universidade Estadual de Campinas. Faculdade de Educação Física

GUSTAVO LUIS GUTIERREZ é professor titular da Faculdade de Educação Física da Unicamp.

Downloads

Publicado

2016-03-28

Como Citar

Almeida, M. B. de, Gutierrez, D. M., & Gutierrez, G. L. (2016). O doping e os Jogos Olímpicos: diferentes dimensões do fenômeno. Revista USP, (108), 77-86. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i108p77-86

Edição

Seção

Dossiê Jogos Olímpicos