A contribuição dos Jogos Paralímpicos para a promoção da inclusão social: o discurso midiático como um obstáculo

Autores

  • Renato Francisco Rodrigues Marques Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i107p87-96

Palavras-chave:

Jogos Paralímpicos, esporte paralímpico, sensacionalismo, mídia, inclusão social.

Resumo

A inclusão social de pessoas com deficiência é um processo que perpassa tanto pelo empoderamento quanto por transformações da sociedade, de modo a proporcionar oportunidades de participação social plena. Sua efetividade está intimamente atrelada à transformação de paradigmas, estereótipos e preconceitos. Isso é possível por meio da educação formal, da mídia e de fenômenos socioculturais capazes de contribuir para modificar ou reforçar valores morais, como o esporte. O objetivo geral deste ensaio é propor uma reflexão a respeito da maneira como atletas paralímpicos são retratados pela mídia durante os Jogos Paralímpicos e o produto dessa forma de interação com os espectadores. Conclui-se que os atletas querem ser reconhecidos como pessoas produtivas e eficientes assim como qualquer outro cidadão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Renato Francisco Rodrigues Marques, Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte

RENATO FRANCISCO RODRIGUES MARQUES é professor da Escola de Educação Física e Esporte da USP de Ribeirão Preto.

Como Citar

Marques, R. F. R. (2015). A contribuição dos Jogos Paralímpicos para a promoção da inclusão social: o discurso midiático como um obstáculo. Revista USP, (107), 87-96. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i107p87-96

Edição

Seção

Dossiê Jogos Olímpicos