O ijexá no Brasil: rítmica dos deuses nos terreiros, nas ruas e palcos da música popular

Autores

  • Alberto T. Ikeda Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes. Pós-Graduação em Música da ECA-USP

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i111p21-36

Palavras-chave:

ijexá, afoxé, MPB, ritmos do candomblé, gêneros da música popular brasileira

Resumo

O ensaio trata do processo de incorporação do ritmo denominado ijexá, originário das práticas religiosas do candomblé, como gênero da música popular no Brasil. O enfoque se dá na perspectiva histórica e etnográfica, trazendo algumas reflexões sobre a dinâmica das transculturações cultural-musicais que envolvem as comunidades de afrodescendentes na sociedade brasileira, apontando algumas possibilidades de interpretação do fenômeno

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Alberto T. Ikeda, Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes. Pós-Graduação em Música da ECA-USP

é professor-colaborador do Programa de Pós-Graduação em Música da ECA-USP e professor aposentado do Instituto de Artes da Unesp

Downloads

Publicado

2016-12-16

Como Citar

Ikeda, A. T. (2016). O ijexá no Brasil: rítmica dos deuses nos terreiros, nas ruas e palcos da música popular. Revista USP, (111), 21-36. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i111p21-36

Edição

Seção

Dossiê música popular brasileira na usp