Novas perspectivas para a gestão de recursos hídricos

Autores

  • José Galizia Tundisi Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i70p24-35

Resumo

Neste trabalho, discutem-se os problemas relacionados com os impactos na quantidade e qualidade de água e os principais avanços recentes referentes à organização institucional e à legislação no Brasil e no exterior, e apresentam-se idéias e realizações de projetos de longo alcance com repercussão futura na gestão das águas.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • José Galizia Tundisi, Universidade de São Paulo. Instituto de Estudos Avançados

    é presidente e pesquisador do Instituto Internacional de Ecologia (São Carlos) e professor convidado do Instituto de Estudos Avançados da USP (São Carlos).

Referências

BISWAS, A. K. Systems Approach to Water Management. New York, McGraw-Hill, 1976.

________. “Major Water Problems Facing the World”, in Water Resources Development, vol. 1, 1983, pp. 1-14.

BRAGA, B.; PORTO, M.; TUCCI, C. E. M. “Monitoramento de Quantidade e Qualidade das Águas”, in Águas Doces no Brasil: Capital Ecológico, Uso e Conservação. São Paulo, Escrituras, 2006, pp. 145-60.

FREDERICK, K. “Balancing Water Demands with Supplies: the Role of Management in a World of Increasing Scarcity”, in The World Bank, 1993 (paper n. 189).

HUFSCHMIDT, M. M. & McCAULEY, D. Strategies for Integrated Water Resources Management in a River/Lake Basin Context. Nagoya, Otsu, Unep, UNCRD, ILEC, 1986.

L’VOVICH, M. I. World Water Resources and Their Future. Trad. de Raymond L. Nace Washington, American Geophysical Union, World Population Data Sheet, 1979.

MEA – Millennium Ecosystem Assessment. Living Beyond our Means. Natural Assets and Human Well-Being, 2005.

MEDIONDO, E. M. “An Overview on Urban Flood Risk Management”, in Revista Minerva, v. 2, no 2, 2005, pp. 131-43.

NAKAMURA, M. & NAKAJIMA, T. (eds.) Lake Biwa and its Watersheds: a Review of Lake Biwa Research. Institute, 2002 (LBRI research notes).

PIELOU, E. C. Freshwater. Chicago, The University of Chicago Press, 1998.

RAVEN, P. H.; BERG, L. R.; JOHNSON, G. B. Environment. Saunders College Publishing, 1998.

REBOUÇAS, BRAGA & TUNDISI. Águas Doces no Brasil: Capital Ecológico, Uso e Conservação. 3a ed. São Paulo, Escrituras, 2006.

SCHIAVETTI, A. & CAMARGO, A. F. M. Conceitos de Bacias Hidrográficas. Editora da UESC, 2002.

TUNDISI, J. G. “Regional Approaches to River Basin Management in La Plata: an Overview”, in Environmental and Social Dimensions of Reservoirs, Development and Management in the La Plata River Basin. Nagoya, UNCRD, 1994, pp. 1-6.

________. Água no Século XXI: Enfrentando a Escassez. RIMA, IIE, 2003.

________. As Árvores e a Conta da Água. Scientific American Brasil, Brasil, 2005.

________. A Qualidade Ambiental e os Impactos sobre a Saúde. Fiocruz, 2006 (no prelo).

TUNDISI, J. G. & MATSUMURA-TUNDISI, T. “The Lobo-Broa: Ecosystem Research”, in J. G. Tundisi; C. E. M. Bicudo; T. Matsumura-Tundisi (eds.). Limnology in Brazil. Brazilian Academy of Sciences, Brazilian Limnological Society, 1995, pp. 219-243.

TUNDISI, J. G.; MATSUMURA-TUNDISI, T.; RODRÍGUEZ, S. L. Gerenciamento e Recuperação das Bacias Hidrográficas dos Rios Itaqueri e do Lobo e da Represa Carlos Botelho (Lobo-Broa). IIE, IIEGA, PROAQUA, ELEKTRO, 2003.

TUNDISI, J. G. & SAIJO, Y. (eds.). Limnological Studies on the Rio Doce Valley Lakes, Brazil. Brazilian Academy of Sciences, EESC/USP, CRHEA, 1997.

TUNDISI, J. G. & STRASKRABA, M. “Strategies for Building Partnerships in the Context of River Basin Management: the Role of Ecotechnology and Ecological Engineering”, in Lakes & Reservoirs: Research and Management, v. 1, 1995, pp. 31-8.

TUNDISI, J. E. M. Indicadores da Qualidade da Bacia Hidrográfica para Gestão Integrada dos Recursos Hídricos. Estudo de Caso: Bacia Hidrográfica do Médio Tocantins (TO). Tese de doutorado. São Carlos, UFSCar, 2006.

TURNER, B. L. et al. The Earth as Transformed by Human Action: Global and Regional Changes in the Biosphere Over the Past 300 Years. Cambridge, Cambridge University Press, 1990.

UNEP. Global Environmental Outlook 3, UK and USA, Earthscan, 2002.

UNESCO. “Compartilhar a Água e Definir o Interesse Comum”, in Água para Todos: Água para a Vida. Edições Unesco, 2003, pp. 25-6 (Informe das Nações Unidas sobre o desenvolvimento dos recursos hídricos no mundo).

Downloads

Publicado

2006-08-01

Edição

Seção

Dossiê

Como Citar

TUNDISI, José Galizia. Novas perspectivas para a gestão de recursos hídricos. Revista USP, São Paulo, Brasil, n. 70, p. 24–35, 2006. DOI: 10.11606/issn.2316-9036.v0i70p24-35. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revusp/article/view/13529.. Acesso em: 17 abr. 2024.