Vivendo (ainda) da adversidade ou como a arte do morro chegou à Bienal de Veneza

Autores

  • Lídia Santos Universidade Cidade de Nova York

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i75p166-181

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Lídia Santos, Universidade Cidade de Nova York

    é professora da Universidade Cidade de Nova York (EUA).

Referências

AGAMBEN, Giorgio. Homo Sacer: Sovereign Power and Bare Life. Trans. Daniel Heller-Roazen. Stanford, Stanford University Press, 1998.

AUGÉ, Marc. Non-Lieux: Introduction à une Anthropologie de la Surmodernité. Paris, Seuil, 1992.

BOURRIAUD, Nicolas. Esthétique Relationelle. Documents Sur L’art. Dijon, Presses Du Réel, 1998.

CALDEIRA, Teresa. City of Walls. Crime, Segregation, and Citizenship in São Paulo. Berkeley, University of California Press, 2000.

CHEQUER, Jamile. Fotos Marcus Vini. “Não É Sonho, É Realidade. Uma Idéia, um Projeto, a Conquista e o Mundo”, in Jornal da Cidadania, 132 (11), s.d., pp. 8-9.

DEBORD, Guy. La Société du Spectacle. Paris, Gallimard, 1992.

FERRÉZ. Capão Pecado. São Paulo, Labortexto, 2000.

FINK, Eugen. Le Jeu como Symbole du Monde. Paris, Minuit, 1969.

FOSTER, Hal. The Return of the Real: the Avant-Garde at the End of the Century. An October Book. Cambridge, Massachusetts, MIT, 1996.

HALL, Stuart. A Identidade Cultural na Pós-Modernidade. Trad. Tomaz Tadeu da Silva & Guaracira Lopes Louro. 4a ed. Rio de Janeiro, Dp&A, 2000.

HERKENHOFF, Paulo. “Paula Trope e a Casa Fraca (Arte e Sociedade no Brasil Contemporâneo)”, in Prêmio CNI Sesi Marcantonio Vilaça para as Artes Plásticas: Mostra Itinerante 2005/2006. Brasília, CNI Sesi, 2006.

________. Texto in Rosana Palazyan. Catálogo. Rio de Janeiro, Centro Cultural Banco do Brasil, 2002, pp. 68-71.

HOLANDA, Heloísa Buarque de. “Rosana, o Terreno até Aqui”, in Rosana Palazyan. Catálogo. Rio de Janeiro, Centro Cultural Banco do Brasil, 2002, pp. 9-23.

HORNE, Luz. Hacia un Nuevo Realismo: Caio Fernando Abreu, César Aira, Sergio Chejfec Y João Gilberto Noll. Yale University, 2005.

HUIZINGA, Johan. Homo Ludens: a Study of the Play Element in Culture. London, Maurice Temple Smith, 1970.

KIMMELMAN, Michael. “That Unruly, Serendipitous Show in Venice”, in Arts Review, s.d.

LINS, Paulo. Cidade de Deus. São Paulo, Companhia das Letras, 1997.

NEW YORK TIMES. June, 15 2007, Sec. Arts (www.nytimes.com).

NOEMI VOIONMAA, Daniel. Leer la Pobreza en America Latina: Literatura y Velocidad. Santiago de Chile, Cuarto Propio, 2004.

OITICICA, Hélio. Aspiro ao Grande Labirinto. Ed. Luciano Figueiredo et al. (sel.). Rio de Janeiro, Rocco, 1976.

ONG MORRINHO (org.). Catálogo da Exposição ONG Morrinho – uma Pequena Revolução. 13 de julho a 19 de agosto de 2007. Rio de Janeiro, Caixa Econômica Federal, 2007.

PALAZYAN, Rosana. Catálogo. Rio de Janeiro, Centro Cultural Banco do Brasil, 2002.

________. No Lugar do Outro (2005/2006). Catálogo da Exposição. 23 de setembro a 20 de outubro de 2006. São Paulo, Galeria Leme, 2006.

PINHEIRO, Paulo Sérgio & ALMEIDA, Guilherme Assis de. Violência Urbana. Folha Explica. São Paulo, Publifolha, 2003.

RANGEL, Gabriela. “Paula Trope e os Meninos do Morrinho”, in Review: Literature And Arts of The Americas 39, no 2.73, 2006, pp. 277-83.

SANTOS, Lídia. Tropical Kitsch. Media in Latin American Literature and Art. Trans. Elisabeth Enenbach. Princeton, Markus Wiener, 2005.

SCHWARZ, Roberto. “City of God”, in New Left Review 12, 2001, pp. 103-12.

SEN, Amartya. Poverty and Famines: an Essay on Entitlement and Deprivation. Oxford, Clarendon, 1997.

VIANA, Hermano. O Mistério do Samba. Rio de Janeiro, Jorge Zahar/Editora da UFRJ, 1995.

VIRILIO, Paul. Vitesse et Politique. Essai de Dromologie. Paris, Galilée, 1977.

ZALUAR, Alba. Integração Perversa: Pobreza e Tráfico de Drogas. 1a ed. Rio de Janeiro, Editora FGV, 2004.

ZEITLIN, Marilyn. Texto de Marilyn Zeitlin sobre a Exposição de Rosana Palazyan na Galeria Leme. São Paulo, Galeria Leme, 2006, pp. 13-22.

Downloads

Publicado

2007-11-01

Como Citar

SANTOS, Lídia. Vivendo (ainda) da adversidade ou como a arte do morro chegou à Bienal de Veneza . Revista USP, São Paulo, Brasil, n. 75, p. 166–181, 2007. DOI: 10.11606/issn.2316-9036.v0i75p166-181. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revusp/article/view/13629.. Acesso em: 20 jul. 2024.