O lugar dos clássicos na escrita da educação: a metáfora das raízes

Autores

  • Denice Barbara Catani Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i76p149-156

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denice Barbara Catani, Universidade de São Paulo. Faculdade de Educação

é professora da Faculdade de Educação da USP.

Referências

BACHELARD, Gaston. A Terra e os Devaneios do Repouso – Ensaio sobre as Imagens da Intimidade. 2a ed. São Paulo, Martins Fontes, 2003.

CALVINO, Italo. Por que Ler os Clássicos. São Paulo, Companhia das Letras, 1993.

DERRIDA, Jacques & ROUDINESCO, Elisabeth. De que Amanhã… (Diálogo). Rio de Janeiro, Jorge Zahar, 2004.

FERREIRA, Aurélio Buarque de Holanda. Dicionário Aurélio. 1a ed. Rio de Janeiro, Nova Fronteira, 1975.

HACKING, Ian. Por que a Linguagem Interessa à Filosofia?. São Paulo, Unesp (Unesp/Cambridge), 1999.

WOODS, Peter. Investigar a Arte de Ensinar. Porto, Porto Editora, 1999.

Downloads

Publicado

2008-02-01

Como Citar

Catani, D. B. (2008). O lugar dos clássicos na escrita da educação: a metáfora das raízes . Revista USP, (76), 149-156. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i76p149-156