Lições a aprender: a crise e os investimentos sociais

Autores

  • Rosa Maria Fischer Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i85p94-109

Palavras-chave:

crise econômico-financeira, investimento social privado, terceiro setor

Resumo

Este artigo coloca as reflexões preliminares acerca de como a crise econômico-financeira de 2008 e 2009 repercutiu sobre as políticas de sustentabilidade empresarial, principalmente no vértice da responsabilidade social. Para alimentar essas análises, foram realizados levantamentos de opiniões e expectativas junto a gestores de empresas e de organizações da sociedade civil. Verificou-se que as medidas tomadas pelas empresas procuraram assegurar a sustentabilidade econômico-financeira do negócio e as estratégias focadas no meio ambiente. Já as ações sociais propriamente ditas, como as parcerias com organizações da sociedade civil, tiveram seus investimentos reduzidos e/ou temporariamente suspensos. Os empreendimentos sociais não estavam preparados para enfrentar a crise e ficaram vulnerabilizados em suas capacidades de captar recursos. Entretanto, ambos os levantamentos indicaram perspectivas otimistas para a retomada dos investimentos socioambientais, apoiadas em uma visão de rápida superação da crise no Brasil.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Rosa Maria Fischer, Universidade de São Paulo. Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade

    é professora titular da FEA-USP e autora de, entre outros, Responsabilidade Social: O Desafio de Colaborar (Gente).

Referências

ANHEIER, Helmut K. Reflections on the Global Economic Downturn, Philanthropy and Nonprofits. Centrum für soziale Investitionen und Innovationen. Universität Heidelberg, 2009.

BOWER, Howard R. Responsabilidades Sociais dos Homens de Negócio. Tradução de Octávio Alves Velho. Rio de Janeiro, Civilização Brasileira, 1957.

CEPAL – Comissão Econômica para América Latina e Caribe. Documento Informativo: Panorama Social da América Latina 2009. Nações Unidas, Cepal, 2009.

FISCHER, Rosa M. “Cidadania Organizacional: um Caminho de Desenvolvimento”, in Marisa Eboli (coord.). Desenvolvimento e Alinhamento dos Talentos Humanos às Estratégias Empresariais: o Surgimento das Universidades Corporativas. São Paulo, Schmukler, 1999.

________. O Desafio da Colaboração: Práticas de Responsabilidade Social entre Empresas e Terceiro Setor. São Paulo, Gente, 2002.

________. Samarco: o Papel da Empresa no Empoderamento das Pessoas. Case SEKN, 2005.

________. BOSE, M.; BORBA, P. R. F.; COMINI, G. M. Gestão de Resíduos Sólidos: Inserção da População de Baixa Renda na Cadeia Produtiva. São Paulo, 2008.

________. COMINI, Graziella M.“Sustainable Development & Social Entrepreneurship”, in The 2007.

Social Entrepreneurship Colloquium. Oxford Said Bussiness Scholl, Hosted by The Skoll Centre For Social Entrepreneurship, 2007.

GIFE. Investimento Social Privado dos EUA no Brasil: uma Análise de Empresas do Grupo + Unidos. São Paulo, Grupo de Institutos, Fundações e Empresas, 2008.

MARCOVITCH, Jacques. Pioneiros e Empreendedores: a Saga do Desenvolvimento no Brasil. São Paulo, Edusp, 2003, vol. 1.

________. Pioneiros e Empreendedores: a Saga do Desenvolvimento no Brasil. São Paulo, Edusp, 2005, vol. 2.

MINDLIN, Sérgio E. A Governança de Fundações e Institutos Empresariais: um Estudo Exploratório. Tese de doutorado. São Paulo, Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade, FEA-USP, 2009.

SALAMON, Lester M.; ANHEIER, Helmut. “In Search of the Nonprofit Sector I: The Question of Definitions”, in Voluntas International Journal of Voluntary and Nonprofit Organizations, vol. 3, n.2, Springer Netherlands, 1992.

SEKN – Social Enterprise Knowledge Network. Parcerias Sociais na América Latina: Lições da Colaboração entre Empresas e Organizações da Sociedade Civil. Rio de Janeiro, Banco Interamericano de Desenvolvimento/Elsevier, 2005.

SINGER, Paul. “A América Latina na Crise Mundial”, in Estudos Avançados, vol.23, n.66. São Paulo, 2009.

STIGLITZ, J. E. Os Exuberantes Anos 90. São Paulo, Schwarcz, 2003.

U.S. Census Bureau. Pesquisa Populacional, in http://www.census.gov (site visitado em 20 de novembro de 2009).

Downloads

Publicado

2010-05-01

Como Citar

FISCHER, Rosa Maria. Lições a aprender: a crise e os investimentos sociais . Revista USP, São Paulo, Brasil, n. 85, p. 94–109, 2010. DOI: 10.11606/issn.2316-9036.v0i85p94-109. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revusp/article/view/13801.. Acesso em: 25 maio. 2024.