As fundações estaduais de amparo à pesquisa e o desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação no Brasil

Autores

  • Mario Neto Borges Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i89p174-189

Palavras-chave:

produção científica, ciência, tecnologia, educação, inovação

Resumo

Este artigo apresenta o contexto científico nacional e internacional com foco na trajetória pavimentada ao longo dos anos no Brasil e na perspectiva que pode ser inferida a partir do histórico traçado. Demonstra-se que o país não pode mais depender apenas do sucesso alcançado nos últimos anos no indicador de produção científica indexada. Precisa, urgentemente e de forma ágil, mudar de patamar e se transformar numa potência científica e tecnológica mundial. Os casos de sucesso mais recentes são apresentados para demonstrar que é possível melhorar a competitividade nacional com base numa política séria e consistente de valorização do trinômio ciência, tecnologia e inovação como um dos pilares para garantir o desenvolvimento social e econômico sustentável do país. Essa política requer, entre outros elementos, a participação efetiva das fundações estaduais de amparo à pesquisa. O artigo apresenta recomendações que poderão, por um lado, indicar os gargalos a serem resolvidos e, por outro, ajudar a elaboração de uma política robusta e perene para o desenvolvimento nacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2011-05-01

Como Citar

Borges, M. N. (2011). As fundações estaduais de amparo à pesquisa e o desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação no Brasil . Revista USP, (89), 174-189. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i89p174-189