A formação do Estado e a Igreja no Rio da Prata

uma combinação de escalas de análise

Autores

  • Ignacio Martínez Universidade Nacional de Rosário

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i120p109-124

Palavras-chave:

Argentina, secularização, romanização, confederação, federalismo

Resumo

Este artigo combina diferentes escalas de análise para estudar processos de secularização em contextos de desarticulação e rearticulação de jurisdições políticas e eclesiásticas, associados à consolidação de soberanias e instituições modernas durante o século XIX. Reflete-se a partir de dois problemas pesquisados no espaço rio-platense: a) os inconvenientes que os experimentos republicanos apresentaram para construir uma soberania que incluísse faculdades eclesiásticas similares às da monarquia hispânica, englobadas no patronato régio e b) os atores e interesses envolvidos no processo de romanização da Igreja Católica nesse espaço.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ignacio Martínez, Universidade Nacional de Rosário

é professor de História na Universidade Nacional de Rosário

Downloads

Publicado

2019-03-11

Como Citar

Martínez, I. (2019). A formação do Estado e a Igreja no Rio da Prata: uma combinação de escalas de análise. Revista USP, (120), 109-124. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i120p109-124

Edição

Seção

Dossiê religião e modernidade