As mulheres no esporte brasileiro: entre os campos de enfrentamento e a jornada heroica

Autores

  • Katia Rubio Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte
  • Rafael Campos Veloso Universidade de São Paulo. Escola de Educação Física e Esporte

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i122p49-62

Palavras-chave:

esporte, mulher, projeto político

Resumo

A história das mulheres no esporte aponta para um protagonismo secundarizado em virtude do projeto político de um esporte dominado pelos homens. Narrar os feitos das mulheres no campo esportivo permite a visibilidade de uma jornada subdivulgada. Analisar a trajetória vivida por atletas permite compreender o protagonismo como um ato político, presente na dimensão social, definida ao se caracterizar como algo novo, que inaugura outro tempo. A entrada das mulheres no esporte, assim como em outras esferas da sociedade, é um ato transgressor, que emerge das sutilezas das relações humanas.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Downloads

Publicado

2019-09-25

Edição

Seção

dossiê feminismos

Como Citar

RUBIO, Katia; VELOSO, Rafael Campos. As mulheres no esporte brasileiro: entre os campos de enfrentamento e a jornada heroica. Revista USP, São Paulo, Brasil, n. 122, p. 49–62, 2019. DOI: 10.11606/issn.2316-9036.v0i122p49-62. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revusp/article/view/162617.. Acesso em: 17 abr. 2024.