A tensão entre o silêncio e o discurso em Haneke

Autores

  • Rafael Mantovani Universidade Federal de Santa Catarina

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.i129p127-136

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rafael Mantovani, Universidade Federal de Santa Catarina

Professor do Departamento de Sociologia e Ciência Política da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Referências

ARENDT, H. Eichmann em Jerusalém. São Paulo, Companhia das Letras, 1999.

BAUMAN, Z. Modernidade e ambivalência. Rio de Janeiro, 1999.

DEJOURS, C. A banalização da injustiça social. Rio de Janeiro, Editora FGV, 2007.

FOUCAULT, M. História da sexualidade: a vontade de saber. Vol. 1. Rio de Janeiro, Edições Graal, 1988.

FOUCAULT, M. Segurança, território, população: curso dado no Collège de France (1977-1978). São Paulo, Martins Fontes, 2008.

SPECK, O. Funny frames: the filmic concepts of Michael Haneke. Nova York/Londres, Continuum, 2010.

TODOROV, T. Em face do extremo. Campinas, Papirus, 1995.

Downloads

Publicado

2021-10-15

Como Citar

Mantovani, R. . (2021). A tensão entre o silêncio e o discurso em Haneke. Revista USP, 1(129), 127-136. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.i129p127-136