Valores emancipatórios, personalidade e a pandemia de covid-19

Autores

  • Ednaldo Ribeiro Universidade Estadual de Maringá
  • Julian Borba Universidade Federal de Santa Catarina
  • Lucas Toshiaki Archangelo Okado Universidade Federal de Goiás

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.i131p13-32

Palavras-chave:

Valores sociais, valores políticos, personalidade, covid-19

Resumo

O artigo analisa os impactos da pandemia de covid-19 sobre as prioridades valorativas individuais e societais dos brasileiros. Analisamos também, com base na Big Five Theory, como as diferenças individuais em termos de personalidade desempenham papel importante na forma como as pessoas lidam com mudanças. Os resultados indicam que a situação de pandemia não provocou alterações substanciais nos valores emancipatórios dos brasileiros. Além disso, veri ca-se que o apoio a tais valores é determinado sobretudo pela posse de recursos como escolarização e renda, mas também é impactado por aspectos relacionados aos traços de personalidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ednaldo Ribeiro, Universidade Estadual de Maringá

É professor associado do Departamento de Ciências Sociais da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

Julian Borba, Universidade Federal de Santa Catarina

É professor associado do Departamento de Sociologia e Ciência Política da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

Lucas Toshiaki Archangelo Okado, Universidade Federal de Goiás

É professor no Programa de Pós-Graduação em Ciência Política
da Universidade Federal de Goiás (UFG).

Downloads

Publicado

2021-12-10

Como Citar

Ribeiro, E., Borba, J., & Okado, L. T. A. (2021). Valores emancipatórios, personalidade e a pandemia de covid-19. Revista USP, 1(131), 13-32. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.i131p13-32

Edição

Seção

Dossiê pandemia: valores em crise