Confiança na mídia durante a pandemia de covid-19 no Brasil: adesão às mídias tradicionais e digital, aspectos socioeconômicos e a intersecção com a avaliação de governo

Autores

  • Michele Goulart Massuchin Universidade Federal do Paraná
  • Emerson Urizzi Cervi Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.i131p65-80

Palavras-chave:

confiança, mídia tradicional, mídia digital, covid-19, avaliação de governo

Resumo

As últimas décadas indicam mudanças nos padrões de consumo de informação e na relação de con ança entre cidadãos e instituições, incluindo a imprensa tradicional e os meios digitais. Em meio a esse processo surge uma nova demanda por informação, a da pandemia de covid-19. Dessa forma, busca-se compreender o comportamento dos brasileiros em relação à con ança nas fontes de informações tendo como foco este contexto. Identificam-se as características socioeconômicas de quem confia nas RSO e meios tradicionais e veri ca-se como isso está relacionado às opiniões sobre o governo em respostas dadas a duas ondas de pesquisas. Trata- se de uma análise no nível individual, que veri ca mudanças e manutenções no comportamento em relação às duas pesquisas do projeto “Valores em Crise” (maio/2020 e janeiro/21).

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Downloads

Publicado

2021-12-10

Edição

Seção

Dossiê pandemia: valores em crise

Como Citar

MASSUCHIN, Michele Goulart; CERVI, Emerson Urizzi. Confiança na mídia durante a pandemia de covid-19 no Brasil: adesão às mídias tradicionais e digital, aspectos socioeconômicos e a intersecção com a avaliação de governo. Revista USP, São Paulo, Brasil, n. 131, p. 65–80, 2021. DOI: 10.11606/issn.2316-9036.i131p65-80. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revusp/article/view/193317.. Acesso em: 23 jul. 2024.