Questão nacional e Independência do Brasil: um problema de 200 anos

Autores

  • João Paulo Pimenta Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.i133p97-110

Palavras-chave:

Independência do Brasil, Estado nacional, nação, identidade nacional, nacionalismo

Resumo

Este artigo discute as origens da chamada “questão nacional” no Brasil em meio ao processo de Independência e de algumas das características históricas mais marcantes de tal processo. A questão nacional é aqui definida e abordada a partir de quatro elementos centrais, a saber: um Estado, uma nação, uma identidade nacional e um tipo de nacionalismo. Finalmente, procura-se indicar a atualidade de tais elementos no cenário brasileiro.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

João Paulo Pimenta, Universidade de São Paulo. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas

Professor do Departamento de História da FFLCH/USP e autor de, entre outros, Independência do Brasil (Contexto).

Referências

ANDERSON, B. Comunidades imaginadas: reflexões sobre a origem e a difusão do nacionalismo. Trad. Denise Bottman. São Paulo, Companhia das Letras, 2008.

ARAÚJO, A. C. B. de. “O Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves, 1815-1822”. Revista de História das Ideias. Coimbra, v. 14, 1992, pp. 233-59.

BLOCH, M. Apologia da história ou o oficio do historiador. Trad. André Telles. Rio de Janeiro, Zahar, 2001.

BRUBAKER, R. Ethnicity without groups. Cambridge, Harvard University Press, 2004.

DIÁRIO da Assembléia Geral Constituinte e Legislativa do Império do Brasil 1823. Brasília, Senado Federal, 1973.

FERNÁNDEZ SEBASTIÁN, J. (dir.). Diccionario político y social del mundo iberoamericano. La era de las revoluciones, 1750-1850. IberconceptosI. Madrid, Fundación Carolina/Sociedad Estatal de Conmemoraciones Culturales/Centro de Estudios Políticos y Constitucionales, 2009.

FERNÁNDEZ SEBASTIÁN, J. (dir.). Diccionario político y social del mundo ibero-americano. Iberconceptos II. Madrid, Universidad del País Vasco/Centro de Estudios Políticos y Constitucionales, 2014, 10 v.

HOLANDA, S. B. de. A herança colonial – sua desagregação. História geral da civilização brasileira, t. II. O Brasil monárquico. São Paulo, Difel, 1962.

HOBSBAWM, E. J. Nações e nacionalismo desde 1780: programa, mito e realidade. Trad. M. C. Paoli e A. M. Quirino. Rio de Janeiro, Paz e Terra, 1990.

JANCSÓ, I. “A construção dos Estados nacionais na América Latina – apontamentos para o estudo do Império como projeto”, in T. Szmrecsányi; J. R. do A. Lapa (orgs.). História econômica da Independência e do Império. São Paulo, Hucitec, 1996, pp. 3-26.

JANCSÓ, I.; PIMENTA, J. P. “Peças de um mosaico (ou apontamentos para o estudo da emergência da identidade nacional brasileira)”, in C. G. Mota (org.). Viagem incompleta: a experiência brasileira. Formação: histórias. São Paulo, Senac, 2000, pp. 127-75.

LYRA, M. de L. A utopia do poderoso império. Portugal e Brasil: bastidores da política (1798 -1822). Rio de Janeiro, Sette Letras, 1994.

MORENO ALMENDRAL, R. “Corrientes históricas para el estudio de las naciones y el nacionalismo: críticas y alternativas al paradigma modernista”. Revista de Estudios Políticos, 171, 2016, pp. 225-53.

OLIVEIRA, C. H. “Historiografía y memoria de la Independencia”, in J. P. Pimenta (ed.). Y dejó de ser colonia: una historia de la Independencia de Brasil. Trad. Marisa Montrucchio. Madrid, Sílex, 2021, pp. 339-78.

PADOIM, M. M. Federalismo gaúcho: fronteira platina, direito e revolução. São Paulo, Nacional, 2001.

PAMPLONA, M. A. “Nación – Brasil”, in J. Fernández Sebastián (dir.). Diccionario político y social del mundo iberoamericano. La era de las revoluciones, 1750-1850. Iberconceptos I. Madrid, Fundación Carolina/Sociedad Estatal de Conmemoraciones Culturales/Centro de Estudios Políticos y Constitucionales, 2009, pp. 882-93.

PIMENTA, J. P. Independência do Brasil . São Paulo, Contexto, 2022.

SMITH, A. D. Myths and memories of the nation. New York, Oxford University Press, 1999.

Downloads

Publicado

2022-06-28

Como Citar

Pimenta, J. P. . (2022). Questão nacional e Independência do Brasil: um problema de 200 anos. Revista USP, 1(133), 97-110. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.i133p97-110

Edição

Seção

Dossiê bicentenário da independência: Cultura e Sociedade