MEIOS DE COMUNICAÇÃO DE MASSA E ELEIÇÕES NO BRASIL: A INFLUÊNCIA SIMPLES À INTERAÇÃO COMPLEXA

Autores

  • LUIS FELIPE MIGUEL Universidade de Brasília.
  • FLÁVIA BIROLI Universidade de Brasília.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i90p74-83

Palavras-chave:

mídia, eleições, preferências políticas.

Resumo

O artigo analisa as relações entre os meios de comunicação e a política no Brasil contemporâneo, discutindo a interação complexa entre fluxos diversos de comunicação na formação das preferências políticas em geral e, em particular, das escolhas eleitorais. A mídia de grande público se mantém em posição de centralidade nas disputas pela construção simbólica do mundo social. É preciso, no entanto, considerar sua interação com pelo menos quatro instâncias: a comunicação governamental, a mídia local, as novas mídias e as formas de ativação de redes tradicionais. Nenhuma delas atua isoladamente em relação às demais. Além disso, diferentes segmentos de público estão mais expostos e são potencialmente ativados com maior sucesso por uma ou outra dessas instâncias.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

LUIS FELIPE MIGUEL, Universidade de Brasília.

Professor do Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília.

FLÁVIA BIROLI, Universidade de Brasília.

Professor do Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília.

Downloads

Publicado

2011-08-30

Como Citar

MIGUEL, L. F., & BIROLI, F. (2011). MEIOS DE COMUNICAÇÃO DE MASSA E ELEIÇÕES NO BRASIL: A INFLUÊNCIA SIMPLES À INTERAÇÃO COMPLEXA. Revista USP, (90), 74-83. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i90p74-83

Edição

Seção

Dossiê