ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS, CLIVAGEM DE CLASSE E DECLÍNIO DA GRANDE IMPRENSA

Autores

  • FERNANDO ANTÔNIO AZEVEDO Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i90p84-101

Palavras-chave:

eleições, campanha, mídia, comunicação política.

Resumo

O artigo faz um balanço das eleições presidenciais de 2006 e 2010 tendo como foco analítico três dimensões: as estratégias de campanha, a cobertura da grande imprensa escrita e o comportamento do eleitor. A partir dessas dimensões, discute os resultados eleitorais, a agenda-setting do processo eleitoral e a influência da mídia para argumentar que, nesses dois pleitos: 1) houve um descolamento entre a agenda política da classe AB e a chamada “nova classe média” e os “pobres”; 2) o voto foi predominantemente “governista”, estruturado por uma clivagem de classe e orientado pelo voto pragmático e retrospectivo; e, finalmente, 3) que a influência da grande imprensa escrita ficou restrita às classes AB, que constituem seu público leitor por excelência e as principais parcelas do eleitorado oposicionista.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

FERNANDO ANTÔNIO AZEVEDO, Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Professor associado da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).

Referências

ABRÚCIO, F.; LOUREIRO, M. R. O Estado numa Era de Reformas: os Anos FHC – Parte 1. Brasília, MP/Seges, 2002.

ALDÉ, A.; MENDES, G.; FIGUEIREDO, M. “Imprensa e Eleições Presidenciais: Natureza e Consequências da Cobertura das Eleições de 2002 e 2006”, in Venício A. de Lima (org.). A Mídia nas Eleições de 2006. São Paulo, Fundação Perseu Abramo, 2007, pp. 65-87.

ALMEIDA FILHO, N.; SOUZA, L. R. “A Busca pela Estabilidade Econômica e seus Efeitos sobre o Projeto Fome Zero no Brasil” (paper), in XLIV Congresso da Sober. Fortaleza, 2006.

ALMEIDA, J. “Evolução de Imagem do Governo Lula e Comportamento Eleitoral em 2006”, in Política & Sociedade, no 10, abril de 2007, pp. 117-52.

AZEVEDO, F. A. “O PT, a Imprensa e as Coberturas das Eleições Presidenciais (1989-2006)”, in Vitor Amorim de Angelo e Marco Antonio Villa (orgs.). O Partido dos Trabalhadores e a Política Brasileira (1980-2006). São Carlos, Edufscar, 2009.

CARREIRÃO, Y. “A Eleição Presidencial Brasileira de 2006: uma Análise Preliminar”, in Política & Sociedade, no 10, abril de 2007, pp. 91-116.

COIMBRA, M. “A Mídia Teve Algum Papel Durante o Processo Eleitoral de 2006?”, in Venício A. de Lima (org.). A Mídia nas Eleições de 2006. São Paulo, Fundação Perseu Abramo, 2007.

DOWNS, A. An Economic Theory of Democracy. Nova York, Harper and Row, 1957.

FIGUEIREDO, M.; ALDÉ, A.; DIAS, H.; JORGE, V. L. Estratégia de Persuasão em Eleições Majoritárias: uma Proposta Metodológica para o Estudo da Propaganda Eleitoral. Rio de Janeiro, Iuperj, 1998.

FIGUEIREDO, M. “Intenção de Voto e Propaganda Política: Efeitos da Propaganda Eleitoral”, in Logos 27, Mídia e Democracia, Ano 14, 2o semestre/2007, pp. 9-20.

FIORINA, M. P. Retrospective Voting in American National Elections. New Haven, Yale University Press, 1981.

HOLBROOK, T. M. Do Campaigns Matter?. London, Sage Publications, 1966.

KEY, V. O. The Responsible Electorate: Rationality in Presidential Voting, Cambridge, Harvard University Press, 1967.

LAVAREDA, A. Emoções Ocultas e Estratégias Eleitorais. Rio de Janeiro, Objetiva, 2009.

LEWIS-BECK, S. Economics and Elections. Ann Arbor, University of Michigan Press, 1988.

MANCINI, P. “Mass Media Fragmentation: The End of Liberal Journalism?”, 2011 (http://reutersinstitute.politics.ox.ac.uk/about/news/item/article/ media-fragmentation-the-end-of-lib.html).

MANIN, B. “As Metamorfoses do Governo Representativo”, in Revista Brasileira de Ciências Sociais, n. 29, out./1995, pp. 5-34.

McCOMBS, M. A Teoria da Agenda – A Mídia e a Opinião Pública. Petrópolis, Vozes, 2009.

METTENHEIM, K. “A Presidência e a Separação de Poderes no Brasil – 1999-2002 (2003)”, in Tempo Social, pp. 237-68.

MUNDIM, P. S. “A Cobertura da Imprensa e o Realinhamento Eleitoral de 2006”, in IV Congresso Latino-Americano de Opinião Pública da Wapor. Belo Horizonte, 2011 (paper).

NERI, M. C. A Nova Classe Média: o Lado Brilhante dos Pobres. Rio de Janeiro, FGV/Ibre, 2010.

RAE, D.; TAYLOR, M. The Analysis of Political Cleavages. New Haven, Yale University Press, 1970.

SARTORI, G. Partidos e Sistemas Partidários. Rio de Janeiro/Brasília, Zahar/Editora Universidade de Brasília, 1983.

ZUCCO JR., C. “Um Voto Pragmático”, in O Globo, 7/11/2006, p. 7.

Downloads

Publicado

2011-08-30

Como Citar

AZEVEDO, F. A. (2011). ELEIÇÕES PRESIDENCIAIS, CLIVAGEM DE CLASSE E DECLÍNIO DA GRANDE IMPRENSA. Revista USP, (90), 84-101. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i90p84-101

Edição

Seção

Dossiê