NEGROS ISLÂMICOS NO BRASIL ESCRAVOCRATA

Autores

  • LIDICE MEYER PINTO RIBEIRO Universidade Presbiteriana Mackenzie.

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i91p139-153

Resumo

NEGROS ISLÂMICOS NO BRASIL ESCRAVOCRATA

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • LIDICE MEYER PINTO RIBEIRO, Universidade Presbiteriana Mackenzie.

    Professora nos programas de pós-graduação em Ciências da Religião e da graduação da Universidade Presbiteriana Mackenzie.

Referências

BASTIDE, Roger. As Religiões Africanas no Brasil. Vols. 1 e 2. São Paulo, Pioneira/USP, 1971.

BRANDÃO, Theo. Folguedos Natalinos. Maceió, Museu Theo Brandão/Ufal, 2003.

CASTELNAU, Francis de. Renseignement sur l’Afrique Central et sur Une Nation d’Hommes à qujeu qui s’y Trouverait. D’après le Rapport de Nègres du Soudan, Esclaves à Bahia. Paris, P. Bertrand Librairie-Editeur, 1851.

DANTAS, Beatriz Góis. Vovô Nagô e Papai Branco. Usos e Abusos da África no Brasil. Rio de Janeiro, Graal, 1988.

DUARTE, Abelardo. Negros Muçulmanos nas Alagoas: os Malês. Maceió, Caetés, 1958.

________. Catálogo Ilustrado da Coleção Perseverança. Maceió, IHGAL, 1974.

ETIENNE, Ignace Brazil. “La Secte Musulmane dês Malés du Bresil et ler Revolt em 1835”, in Anthropos. Viena, janeiro-março/1909, pp. 409-12.

FARAH, Paulo Daniel Elias. Deleite do Estrangeiro em Tudo o que É Espantoso e Maravilhoso – Estudo de um Relato de Viagem Baghdali. Rio de Janeiro, Fundação Biblioteca Nacional, 2007.

FREYRE, Gilberto. Problemas Brasileiros de Antropologia. 2a ed. Rio de Janeiro, José Olympio, 1959.

________. Nordeste. 4aed. Rio de Janeiro, José Olympio, 1967.

________. Casa-Grande e Senzala. 20a ed. Rio de Janeiro, José Olympio, 1980.

JOÃO DO RIO. As Religiões do Rio. Rio de Janeiro, José Olympio, 2006.

MENDONÇA, Antonio Gouvêa; e VELASQUES FILHO, Prócoro. Introdução ao Protestantismo no Brasil. São Paulo, Loyola, 2002.

MORAES FILHO, Mello. Festas e Tradições Populares no Brasil. Rio de Janeiro, F. Briguiete Cia., 1901.

PINTO, Paulo Gabriel Hilu da Rocha. “Ritual, Etnicidade e Identidade Religiosa nas Comunidades Muçulmanas no Brasil”, in Revista USP, no 67. São Paulo, CCS-USP, set.-nov./2005, pp. 228-50.

RAMOS, Arthur. Introdução à Antropologia Brasileira. 1o volume. 2a ed. Rio de Janeiro, Casa do Estudante do Brasil, 1951.

REIS, João José. Rebelião Escrava no Brasil: a História do Levante dos Malês em 1835. São Paulo, Companhia das Letras, 2003.

SOARES, Marisa de Carvalho; MELLO, Priscilla Leal. “O Resto Perdeu-se? – História e Folclore – o Caso dos Muçulmanos em Alagoas”, in Rachel Rocha de A. Barros; Bruno César Cavalcanti e Clara Suassuna Fernandes (orgs.). Kulé Kulé – Visibilidades Negras. Maceió, Edufal, 2006, pp.14-25.

VALENTE, Waldemar. Influências Islâmicas nos Grupos de Culto Afro-brasileiro de Pernambuco. Recife, Boletim do Instituto de Pesquisas Sociais Joaquim Nabuco, s/d.

________. Sincretismo Religioso Afro-Brasileiro. Coleção Brasiliana. Vol. 280. Brasília, Gráfica Brasiliana, 1976.

VERGER, Pierre. Flux et Reflux de la Traite des Nègres Entre le Golfe de Bénin et Bahia de Todos os Santos. Paris, Mouton, 1968.

Downloads

Publicado

2011-11-30

Edição

Seção

Textos

Como Citar

RIBEIRO, LIDICE MEYER PINTO. NEGROS ISLÂMICOS NO BRASIL ESCRAVOCRATA. Revista USP, São Paulo, Brasil, n. 91, p. 139–153, 2011. DOI: 10.11606/issn.2316-9036.v0i91p139-153. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revusp/article/view/34861.. Acesso em: 20 abr. 2024.