O cenário internacional, a nova empresa e a nova competição

Autores

  • Antonio Barros de Castro Universidade Federal do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i93p11-20

Palavras-chave:

nova empresa, nova economia, competição, globalização.

Resumo

Este texto é a reprodução de um dos últimos artigos escritos pelo professor Antonio Barros de Castro. Com a experiência e a competência de uma vida dedicada à pesquisa sobre o setor produtivo brasileiro, Castro descreve de forma única as transformações econômicas no mundo e as mudanças na estratégias de competição das firmas. Como tudo que é inovador, suas ideias sempre foram direcionadas para entender o futuro e a dinâmica do novo. O artigo descreve a revolução das tecnologias da informação e apresenta as características da nova empresa e dos novos padrões de competição. Na última parte do artigo, Castro argumenta que diversos fatores, mas, de forma especialmente relevante, os ativos intangíveis, o financiamento via mercado de capitais e as tecnologias da informação, dão margem para o surgimento de uma nova economia.

Downloads

Os dados de download ainda não estão disponíveis.

Biografia do Autor

  • Antonio Barros de Castro, Universidade Federal do Rio de Janeiro

    (1938-2011) foi professor emérito do Instituto de Economia da Universidade Federal do Rio de Janeiro e presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

Referências

AMSDEN, Alice. Asia's Next Giant: South Korea and Late Industrialization, New York, Oxford University Press, 1989.

AMSDEN, A.; KOCHANOWICZ, J.; TAYLOR, L. The Market Meets its Match. Cambridge, Harvard University Press, 1994.

BEST, Michael. The New Competition. Cambridge, Harvard University Press, 1990.

CASTELS, Manuel. The Rise of the Network Society. New York, Blackwell, 1996.

CHANDLER, Alfred. Inventing the Electronic Century. New York, Free Press, 2001.

CHANG, Ha-Joon. “South Kores, The Misendersttod Crisis”, in K. Jomo. Tigers in Trouble. Hong Kong University Press, 1998.

CORIAT, B.; DOSI, G.; PAVITT, K. Dynacom Project. Mimeo., 2000.

FREEMAN, C.; PEREZ, C. “Structural Crises of Adjustment: Business Cycles and Investment Behavior”, in Dosi et al. Technical Change and Economic Theory. London, Pinter Publishers. 1988.

GARTEN, Jeffrey. “The Big Emerging Markets”, in The Columbia Journal of World Business, 1996.

HALL, Peter; SOSKICE, David. Varieties of Capitalism. Oxford, Oxford University Press, 2001.

HIRSCHMAN, Albert. “Industrialization and Its Manifold Discontents: West, East, and South”, in A Propensity to Self-Subversion. Cambridge, Harvard University Press, 1995.

KATZ, Jorge. Reformas Estructurales, Productividad y Conducta Tecnológica en América Latina. Santiago, Cepal/Fondo de Cultura Económica, 2000.

KRUGMAN, Paul. The Return of Depression Economics. New York, Norton, 2000.

LAZONICK, William. “Social Organization and Technological Leadership”, in William Baumol et al. Convergence on Productivity. Oxford, Oxford University Press, 1994.

WADE, Robert. Governing the Economy. New Jersey, Princeton University Press, 2003.

Downloads

Publicado

2012-05-30

Como Citar

CASTRO, Antonio Barros de. O cenário internacional, a nova empresa e a nova competição. Revista USP, São Paulo, Brasil, n. 93, p. 11–20, 2012. DOI: 10.11606/issn.2316-9036.v0i93p11-20. Disponível em: https://www.revistas.usp.br/revusp/article/view/44998.. Acesso em: 20 jul. 2024.