Sobre a educação básica no Brasil

Autores

  • Paulo Nathanael Pereira de Souza

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i100p9-20

Palavras-chave:

educação, ensino básico, desenvolvimento, modernidade, medidas emergenciais

Resumo

Analisamos a extensão e a gravidade da crise de pertinência e de qualidade que avassala na atualidade a educação brasileira em todos os graus de escolaridade, com ênfase no ensino básico, por ser ele estruturante na formação das novas gerações e obrigatório por lei a todos os brasileiros, da pré-escola ao ensino médio. Buscamos discutir as facetas mais destacadas da crise e encerramos com recomendações sobre possíveis ações de emergência que os governos poderiam implementar, no curto e no médio prazo, a fim de modificar para melhor esse quadro inaceitável de resultados obtidos pelos alunos de todos os níveis e modalidades de educação no Brasil, evitando-se perder tempo com novas reformas radicais, que, como demonstra a história, custam a ser aprovadas pelo Congresso Nacional e pouco chegam à sala de aula das escolas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Paulo Nathanael Pereira de Souza

Ex-secretário de Educação de São Paulo, ex-presidente do Conselho Federal de Educação e autor de, entre outros, Educação e Desenvolvimento do Brasil (Integrare).

Downloads

Publicado

2014-02-18

Como Citar

Souza, P. N. P. de. (2014). Sobre a educação básica no Brasil. Revista USP, (100), 9-20. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i100p9-20

Edição

Seção

Dossiê