O Papel do Oceano nas Mudanças Climáticas Globais

  • Edmo J. D. Campos Universidade de São Paulo - Instituto Oceanográfico
Palavras-chave: oceanos, circulação termohalina global, célula de revolvimento meridional do Atlântico, interação oceano- atmosfera, mudanças climáticas.

Resumo

A água é uma substância essencial para a existência e a sustentação da vida no planeta Terra. O oceano, com quase todo o volume da água do planeta, cobre quase três quartos da superfície da Terra. Isso faz dele um componente fundamental no ciclo hidrológico – o processo pelo qual a água é continuamente transferida do oceano para as nuvens, para os continentes e de volta para o oceano. A água é a substância com o maior calor específico entre as comumente encontradas no ambiente terrestre – a única substância natural com calor específico superior ao da água é a amônia líquida. O grande volume e a alta capacidade térmica da água fazem do oceano o regulador do sistema climático, reduzindo as diferenças de temperatura e criando um ambiente propício para a vida em quase toda a superfície da Terra. A água faz também com que, no oceano, as respostas a alterações nos forçantes do clima sejam bem mais lentas do que na atmosfera. Dessa forma, o oceano age como um atenuador da velocidade com que o clima em geral é afetado por essas mudanças.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Edmo J. D. Campos, Universidade de São Paulo - Instituto Oceanográfico
professor do Departamento de Oceanografia Física, Química e Geológica do Instituto Oceanográfico da Universidade de São Paulo.
Publicado
2014-11-22
Como Citar
Campos, E. (2014). O Papel do Oceano nas Mudanças Climáticas Globais. Revista USP, (103), 55-66. https://doi.org/10.11606/issn.2316-9036.v0i103p55-66
Seção
Dossiê Clima