[1]
M. F. Westphal e S. C. Oliveira, “Cidades Saudáveis: uma forma de abordagem ou uma estratégia de ação em saúde urbana?”, Rev. USP, nº 107, p. 91-102, dez. 2015.