[1]
C. T. Costa, “ Modernidade líquida, comunicação concentrada ”, Rev. USP, nº 66, p. 178-197, ago. 2005.