[1]
S. L. Navia, “ As chaves da metaficção no Quixote ”, Rev. USP, nº 67, p. 250-261, nov. 2005.