[1]
M. Fabris, “Paul Cézanne e o Impressionismo francês no Brasil hoje”, Rev. USP, nº 121, p. 124-145, maio 2019.