[1]
T. M. Salla e R. Amado, “De onde vêm essa voz e seu grito? Reflexões sobre o primeiro Jorge Amado, protagonista do romance de 1930”, Rev. USP, nº 127, p. 145-158, dez. 2020.