[1]
B. Witte, “Por que o moderno envelhece tão rápido?”, Rev. USP, nº 15, p. 102-117, nov. 1992.