[1]
T. VIEIRA, “ÉDIPO: ENTRE A RAZÃO E O DAÍMON”, Rev. USP, nº 46, p. 88-96, ago. 2000.