A pós-graduação stricto sensu em Direito no Brasil, expansão, desigualdade, nucleação e solidariedade: o protagonismo do PPGD/UFPE a partir do ano de 1996

Autores

  • Raymundo Juliano Rego Feitosa Universidade Católica de Pernambuco

DOI:

https://doi.org/10.11606/issn.2318-8235.v116p393-408

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Raymundo Juliano Rego Feitosa, Universidade Católica de Pernambuco

Possui graduação em Direito pela Faculdade de Direito de Caruaru (1974), mestrado em Sociologia pela Universidade Federal de Pernambuco (1978) e doutorado em Direito - Universidad Autonoma de Madrid (1993). Pós-Doutorado na Universidad Castilla La Mancha (2005). É Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Direito (Mestrado e Doutorado) da Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), onde leciona na graduação e na pós-graduação. Também é professor da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB). Tem experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Tributário e Financeiro, atuando principalmente nos seguintes temas: federalismo, reforma tributária, sistemas tributários, tributação indutora e intervenção econômica. Foi Professor Visitante nas Universidades de Salamanca e Castilla la Mancha na Espanha. Foi professor adjunto da Universidade Federal de Pernambuco e coordenou o Programa de Pós-Graduação em Direito (Mestrado e Doutorado) da Universidade Federal de Pernambuco. Foi professor adjunto da Universidade do Estado do Amazonas - UEA (docente no Programa de Pós-Graduação em Direito Ambiental). Presidiu o CONPEDI em quatro mandatos (2003/2005, 2005/2007, 2013/2015 e 2015/2017).

Downloads

Publicado

2021-11-10

Como Citar

Feitosa, R. J. R. (2021). A pós-graduação stricto sensu em Direito no Brasil, expansão, desigualdade, nucleação e solidariedade: o protagonismo do PPGD/UFPE a partir do ano de 1996. Revista Da Faculdade De Direito, Universidade De São Paulo, 116(1), 393-408. https://doi.org/10.11606/issn.2318-8235.v116p393-408

Edição

Seção

Os 50 anos da Pós-Graduação em Direito no Brasil