Sigilo de dados: o direito à privacidade e os limites à função fiscalizadora do Estado

Autores

  • Tércio Sampaio Ferraz Júnior

Palavras-chave:

FDUSP, Privacidade, Sigilo de Dados, Sigilo Comercial.

Resumo

A privacidade é regida pelo princípio da exclusividade, cujos atributos principais são a solidão (o estar-só), o segredo, a autonomia. Na intimidade protege-se sobretudo o estar-só; na vida privada, o segredo; em relação à imagem e à honra, a autonomia. A privacidade tem, pois, a ver com a inviolabilidade do sigilo, porém, não significa um impedimento absoluto à autoridade fiscal. O acesso aos dados é permitido ainda que seja proibida a interceptação da comunicação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

1993-01-01

Como Citar

Ferraz Júnior, T. S. (1993). Sigilo de dados: o direito à privacidade e os limites à função fiscalizadora do Estado. Revista Da Faculdade De Direito, Universidade De São Paulo, 88, 439-459. Recuperado de https://www.revistas.usp.br/rfdusp/article/view/67231

Edição

Seção

Não definido