[1]
L. de T. Ponzoni, “Infidelidade virtual - realidade com efeitos jurídicos”, Rev. Fac. Direito Univ. São Paulo, vol. 102, p. 983-1060, jan. 2007.