[1]
N. Irti, “Biodireito, tecnodireito e geodireito”, Rev. Fac. Direito Univ. São Paulo, vol. 102, p. 1171-1191, jan. 2007.